Innovation projects in Brazil will receive US$ 1.5 billion in IDB funding

0
52

Credit operation was signed during a meeting of the National Science and Technology Council on Wednesday (1st) in the Planalto Palace.

The Funding of Studies and Projects (Finep), linked to the Ministry of Science, Technology, Innovations and Communications (MCTIC) as well as the Inter-American Development Bank (IDB) signed on Wednesday (1st) the first operation of US$ 703.6 million for the “Innovate to Grow” program. Of the total amount of the initial operation, the IDB will finance US $ 600 million and Finep will enter with US$ 103.6 million.

The loan is part of the conditional credit line for investment projects of US$ 1.5 billion for Brazil, aimed at increasing the productivity of Brazilian companies through more private investment in innovation. It is the first time that the contribution occurs this way.

According to Finep, these resources will be made available to companies from different sectors in the innovation area – projects included in the Chemical Industry Development and Innovation Plan (Padiq) and in the Development, Sustainability and Innovation Plan of the Mining and Mineral Transformation Sector (Inova Mineral). Sectors such as advanced biofuels, health, agribusiness and information & communication technology will also benefit.

The operation approved by the Senate was negotiated since 2017, and is the largest that Finep has already captured abroad. In the event that the different installments of the total of US$ 1.5 billion are executed before the pre-established periods, Finep will be authorized to advance the remaining resources foreseen for the following years.

NCST (CCT)

The signing of the financing operation was done during the meeting of the National Council of Science and Technology (NCST/CCT), an entity linked to MCTIC, that brings together representatives of scientific and research entities, public companies, universities and research and innovation promotion bodies.

“It’s a very important moment for Brazilian science. It is a meeting that gives visibility to the demands of the scientific community. The idea of this meeting is to give the floor to members of the scientific community and establish a dialogue, consolidate proposals and set goals and perspectives for the future in relation to science, technology and innovation”, said Minister Gilberto Kassab.

At the meeting, representatives of the Brazilian Society for the Advancement of Science (BSAS/SBPC), the Brazilian Academy of Sciences (BAS/ABC) and the National Council of State Foundations for Research Support (Confap) presented the demands of the scientific community. Also announced were the nominations of 80 scientists and researchers for the National Order of Scientific Merit, an award that recognizes prominent personalities in science and technology. The Order of Scientific Merit, which was not delivered since 2013, was reactivated by the MCTIC, and awards are due in October.

Source: Ministry of Science, Technology, Innovation and Communications

Projetos de inovação no Brasil receberão US$ 1,5 bilhão de financiamento do BID

Operação de crédito foi assinada durante reunião do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia nesta quarta-feira (1º) no Palácio do Planalto.

A Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), vinculada ao Ministério de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) assinaram nesta quarta-feira (1º), a primeira operação de US$ 703,6 milhões para o programa “Inovar para Crescer”. Do montante total da operação inicial, o BID financiará US$ 600 milhões, e a Finep entrará com US$ 103,6 milhões.

O empréstimo faz parte da linha de crédito condicional para projetos de investimento de US$ 1,5 bilhão para o Brasil, destinado a aumentar a produtividade das empresas brasileiras por meio de mais investimentos privados em inovação. É a primeira vez em que ocorre o aporte nesses moldes.

Segundo a Finep, esses recursos serão disponibilizados para empresas de diferentes setores na área de inovação – projetos incluídos no Plano de Desenvolvimento e Inovação da Indústria Química (Padiq) e no Plano de Desenvolvimento, Sustentabilidade e Inovação do Setor de Mineração e Transformação Mineral (Inova Mineral). Setores como os de biocombustíveis avançados, saúde, agronegócios e tecnologia da informação e comunicação também serão beneficiados.

A operação aprovada pelo Senado era negociada desde 2017 e é a maior que a Finep já captou no exterior. No caso de as diferentes parcelas do total de US$ 1,5 bilhão serem executadas antes dos períodos pré-estabelecidos, a Finep será autorizada a adiantar a aplicação do restante dos recursos previstos para os anos seguintes.

CCT

A assinatura da operação de financiamento foi realizada durante a reunião do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia (CCT), entidade vinculada ao MCTIC que reúne representantes de entidades científicas e de pesquisa, empresas públicas, universidades e órgãos de fomento à pesquisa e inovação.

“É um momento muito importante para a ciência brasileira. É uma reunião que dá visibilidade às demandas da comunidade científica. A ideia dessa reunião é dar a palavra a membros da comunidade científica e estabelecer um diálogo, consolidar propostas e definir metas e perspectivas para o futuro em relação à ciência, tecnologia e inovação”, afirmou o ministro Gilberto Kassab.

No encontro, representantes da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), da Academia Brasileira de Ciências (ABC) e do Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) expuseram as demandas da comunidade científica. Também foram anunciadas as indicações de 80 cientistas e pesquisadores para a Ordem Nacional do Mérito Científico, premiação que reconhece personalidades de destaque na ciência e tecnologia. A Ordem do Mérito Científico, que não era entregue desde 2013, foi reativada pelo MCTIC, e a premiação deve ocorrer em outubro.

Fonte: Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações

NO COMMENTS