Netherlands advised to seek allies in south Europe after Brexit

0
90

The Netherlands should approach Spain and France to form an alliance in the European Union to replace Great Britain as an ally after the Brexit, according to the advisory council on international affairs AIV. Parliament asked the AIV to look into which diplomatic strategy the Netherlands should follow now that Great Britain is leaving the European Union, NU.nl reports.

In an earlier strategy, the Netherlands planned to focus on the small northern countries. Like the Netherlands, they would support free trade and give economy high priority, like Britain also did years ago. But Sweden, Estonia and Ireland will not help the Netherlands to a majority in voting in the EU, according to the AIV. This requires the support of one or more large countries, the council said.

The Netherlands should therefore look at collaborating with France and Spain, according to the AIV. To achieve this, the Netherlands should no longer oppose higher contributions to the EU budget and should seek better connections with those two countries on other subjects.

Source: NL Times

Holanda deve buscar aliados no sul da Europa após o Brexit

A Holanda deve abordar a Espanha e a França para formar uma aliança na União Européia, substituindo a Grã-Bretanha como aliada após o Brexit, de acordo com o conselho consultivo para Assuntos Internacionais AIV. O Parlamento pediu ao AIV que investigasse em qual estratégia diplomática os Países Baixos deveriam seguir, agora que o Reino Unido está deixando a União Européia, informou a NU.nl.

Em uma estratégia anterior, os Países Baixos planejavam se concentrar nos pequenos países do norte. Como a Holanda, eles apoiariam o livre comércio e dariam alta prioridade à economia, estratégia adotada pelo Reino Unido anos atrás. Mas a Suécia, a Estônia e a Irlanda não ajudarão os Países Baixos atingir uma maioria nos votos da UE, de acordo com a AIV. Isso requer o apoio de um ou mais países grandes, disse o conselho.

Os Países Baixos devem, portanto, procurar colaborar com a França e a Espanha, de acordo com a AIV. Dessa forma, os Países Baixos já não devem opor-se a contribuições mais elevadas para o orçamento da UE e devem procurar melhores ligações com esses dois países sobre outros assuntos.

Fonte: NL Times

NO COMMENTS