As shareholders in the Port of Rotterdam Authority, the Municipality of Rotterdam and the Ministry of Finance have approved the participation in the Port of Pecém, a rapidly growing port in Northeast Brazil.

The participation involves an investment of some 75 million euros and, in addition to holding 30% of the shares, the Port of Rotterdam Authority will have joint control of strategic decisions and positions at Executive Board, Supervisory Board and management level. The Port of Rotterdam Authority and Ceará State are expected to sign the decision next month, and the following months will be used to further finalise the participation. Allard Castelein, CEO Port of Rotterdam Authority is delighted with the decision in principle: ‘Our participation in the Brazilian Port of Pecém is promising for all parties. We have been working as adviser with Pecém for several years. This investment will further intensify the partnership. We will be working with Ceará State to ensure that Pecém expands to become the future logistics and commercial hub of Northeast Brazil.’

Opportunities for Rotterdam’s business community and the Netherlands Inc.

By acting on the international maritime stage, the Port of Rotterdam Authority is creating economic and social value for the Netherlands Inc. and the Rotterdam-Rijnmond region. The Port of Rotterdam Authority does this by offering opportunities to Dutch companies abroad, learning from international ‘best practices’, retaining the reputation of the Rotterdam maritime cluster at a high level and obtaining financial returns from its international activities. The Port Authority does this in various roles: as adviser, supplier, port manager and investor.

Pecém as hub for Northeast Brazil:

Brazil offers a lot of potential, partly because of its abundance of raw materials and partly as Brazil is expected to become a growth market in the coming decades. As well as the participation in Pecém, the Port of Rotterdam Authority is also involved in Porto Central, a greenfield port still under development in Espírito Santo State.

Pecém is a rapidly-growing port. Its total throughput in 2017 was 16 million tonnes, and the port has undergone an average annual growth of 22% over the past 10 years. The economic growth (national and international) and the related market demand will enable Pecém to continue to develop towards a throughput of 45 million tonnes by 2030. In addition to this, Pecém is an attractive proposition because most of the required infrastructure (breakwaters, berths, land, etc) is already available.

The Port of Pecém has the possibility and ambition to develop into an industrial and logistics hub for Northeast Brazil, which will offer many opportunities for international trade flows and investments from Europe.

Source: Port of Rotterdam

Autoridade do Porto de Roterdã terá participação no Porto de Pecém

Como acionistas da Autoridade do Porto de Roterdã, o Município de Roterdã e o Ministério das Finanças aprovaram a participação no Porto de Pecém, um porto em rápido crescimento no Nordeste do Brasil.

A participação envolve um investimento de cerca de 75 milhões de euros e, além de deter 30% das ações, a Autoridade do Porto de Roterdã terá controle conjunto de decisões estratégicas e posições na Diretoria Executiva, Conselho Fiscal e também a nível gerencial. Espera-se que a Autoridade do Porto de Roterdã e o Estado do Ceará assinem a decisão no próximo mês, e a finalização acerca dos detalhes da participação será acertada nos meses seguintes. Allard Castelein, CEO da Port of Rotterdam Authority está satisfeito com a decisão: “Nossa participação no porto brasileiro de Pecém é promissora para todas as partes. Temos assessorado o Porto de Pecém há vários anos. Este investimento intensificará ainda mais a parceria. Estaremos trabalhando com o Estado do Ceará para garantir que Pecém se torne o futuro centro logístico e comercial do Nordeste do Brasil”.

Oportunidades para a comunidade empresarial de Rotterdam e para a Holanda

Ao atuar no cenário marítimo internacional, a Autoridade do Porto de Roterdã está criando valor econômico e social para o país e para a região de Rotterdam-Rijnmond. A Autoridade do Porto de Roterdã faz isso ao oferecer oportunidades para empresas holandesas no exterior, aprendendo com as melhores práticas internacionais, mantendo a reputação do cluster marítimo de Roterdã em um alto nível e obtendo retornos financeiros de suas atividades internacionais. A Autoridade Portuária faz isso em várias funções: como consultora, fornecedora, gestora do porto e investidora.

Pecém como hub para o nordeste do Brasil:

O Brasil oferece muito potencial, em parte devido à abundância de matérias-primas e, em parte, como mercado em crescimento nas próximas décadas. Além da participação em Pecém, a Autoridade do Porto de Roterdã também está envolvida no Porto Central, um porto greenfield ainda em desenvolvimento no Estado do Espírito Santo.

Pecém é um porto em rápido crescimento. Sua produção total em 2017 foi de 16 milhões de toneladas, com um crescimento médio anual de 22% nos últimos 10 anos. O crescimento econômico (nacional e internacional) e a demanda de mercado relacionada permitirão que Pecém continue a se desenvolver para uma produção de 45 milhões de toneladas até 2030. Além disso, Pecém é uma proposta atraente porque a maior parte da infraestrutura necessária (quebra-mares, berços , terra, etc) já está disponível.

O Porto do Pecém tem a possibilidade e a ambição de se transformar em um polo industrial e logístico para o Nordeste do Brasil, que oferecerá muitas oportunidades para fluxos de comércio internacional e investimentos europeus.

Fonte: Port of Rotterdam