The Netherlands are the new number one on the annual B2C E-commerce Index from UN conference UNCTAD. The Dutch have surpassed Luxembourg, which now finds itself on a 19th position. The top three is completed by Singapore and Switzerland.

The B2C E-commerce Index [pdf] measures an economy’s preparedness to support online shopping. This year, the index covers 151 countries, seven more than in the previous edition. The countries are ranked based on several indicators, such as postal reliability, individuals using the internet and the amount of secure internet servers.

8 European countries in top 10

Last year, it was Luxembourg that led the way, but the Western European country is now 19th, due to a decrease in the country’s postal reliability. The Netherlands, which ended fourth last year and ranked second during the first index in 2015, is now the new number one. In total, the top ten of the index consists of eight European countries.

Source: E-commerce News

Os Países Baixos ocupam o primeiro lugar no índice de comércio eletrônico da ONU

A Holanda é a nova líder do índice anual de comércio eletrônico B2C realizado pela conferência da ONU, UNCTAD. Os holandeses ultrapassaram Luxemburgo, que agora se encontra na 19ª posição. As três primeiras colocações são completadas por Cingapura e Suíça.

O índice de comércio eletrônico B2C [aqui em pdf] mede o preparo de uma economia para as compras on-line. Este ano, o índice cobre 151 países, sete a mais do que na edição anterior. Os países são classificados com base em vários indicadores, como confiabilidade postal, indivíduos usando a Internet e a quantidade de servidores seguros na Internet.

8 países europeus no top 10

No ano passado, foi o Luxemburgo encabeçou a lista, mas o país da Europa Ocidental está agora em 19º, devido a uma diminuição da confiabilidade postal do país. A Holanda, que terminou em quarto no ano passado e ficou em segundo lugar no primeiro índice, realizado em 2015, é agora o novo líder. No total, os dez primeiros do índice consistem em oito países europeus.

Fonte: E-commerce News