In the first three quarters of 2018, Dutch companies had transactions with foreign companies in construction and dredging services to a total amount of 4.3 billion euros, the highest amount ever recorded over three consecutive quarters. Statistics Netherlands (CBS) reports this on the basis of the latest figures on international service trade.

Of the 4.3 billion euros generated by international trade in construction and dredging services, imports account for around 2.1 billion and exports for 2.2 billion. Imports include payments to foreign companies for construction activities in the Netherlands as well as purchasing of goods or services in support of foreign construction and dredging projects. Exports concern the revenues from foreign companies for Dutch construction services (mainly) supplied abroad.

Relative to the first three quarters of 2017, imports were up by 30 percent and exports by 18 percent. The total of imports over 2018 represented a record amount when measured over three consecutive quarters, while the current level of exports was only slightly exceeded in 2015.

Construction services are naturally volatile as they are often project-based. The growth in imports and exports in 2018 was related to the start of several large new projects. The main projects are in wind turbine production and the installation of various types of machinery and production lines, either by foreign companies in the Netherlands or by Dutch companies abroad.

Source: CBS

Aumento das importações e exportações de serviços de construção na Holanda

Nos primeiros três trimestres de 2018, as empresas holandesas realizaram transações com empresas estrangeiras em serviços de construção e dragagem no montante total de 4,3 bilhões de euros, o maior valor já registrado em três trimestres consecutivos. A Statistics Netherlands (CBS) relata isso com base nos últimos dados sobre o comércio internacional de serviços.

Dos 4,3 bilhões de euros gerados pelo comércio internacional de serviços de construção e dragagem, as importações representam cerca de 2,1 bilhões e as exportações, 2,2 bilhões. As importações incluem pagamentos a empresas estrangeiras para atividades de construção na Holanda, bem como compras de bens ou serviços em apoio a projetos estrangeiros de construção e dragagem. As exportações dizem respeito às receitas de empresas estrangeiras para serviços de construção holandeses (principalmente) fornecidos no exterior.

Em relação aos três primeiros trimestres de 2017, as importações aumentaram 30% e as exportações 18%. O total de importações durante 2018 representou um valor recorde quando medido em três trimestres consecutivos, enquanto o nível atual de exportações foi apenas ligeiramente excedido em 2015.

Os serviços de construção são naturalmente voláteis, pois geralmente são baseados em projetos esporádicos. O crescimento das importações e exportações em 2018 foi relacionado ao início de vários grandes novos projetos. Os principais projetos são relacionados à produção de turbinas eólicas e à instalação de diversos tipos de máquinas e linhas de produção, seja por empresas estrangeiras na Holanda ou por empresas holandesas no exterior.

Fonte: CBS