Photo: BNDES

Seventy-nine innovative projects from different segments of the economy were chosen by the National Bank for Economic and Social Development (BNDES) to be executed, as of April, within the BNDES Garagem Program.

Of this total, 49 are part of the creation module, aimed at supporting teams of entrepreneurs with innovative business proposals, and 30 in the acceleration module, aimed at “startups” (emerging companies that develop innovative products or services with the potential for rapid growth) already in operation.

The names of the projects were announced by BNDES and can be accessed at the project website.

The first edition of the program is promoted in partnership by the bank with Wayra, an innovation hub opened by Vivo in Brazil and Telefónica internationally, and Liga Ventures, the first accelerator focused on connecting “startups” and large corporations in Brazil, according to the bank.

The BNDES initiative intends to give more power to entrepreneurs and companies, so that they can generate new business through the development of models focused on attracting potential investors and clients.

Topics of Interest

In this first phase of the program, more than five thousand projects were registered from all regions of Brazil.

The selected programs cover topics of interest identified by the BNDES, which are health and welfare, social and environmental sustainability, creative economy, security, financial solutions (Fintechs), education, IoT (Internet of Things) and Blockchain (distributed registration technology), as well as other important sectors of the economy.

Criteria such as business opportunity, characteristics and size of the market, consistency and scale potential of the business model were decisive for the selection of projects.

According to the BNDES, the chosen projects will be accompanied by professionals and will have physical structure, technological, administrative, legal, accounting and communication support.

“The extraordinary response to the call made by BNDES Garagem highlights the extent and dynamism of the innovation ecosystem, especially digital, in Brazil,” the bank said.

They added that “access to new ideas and innovative ways of working are important ingredients for increasing the productivity of Brazilian companies and expanding the types of products and services they can offer.” BNDES wants to build partnership opportunities to enable the private sector to invest in startups and develop solutions for their respective needs.

The BNDES Garage Acceleration program will run for six months, from April 8 to September 27 this year, while the BNDES Garage Creation runs from May 8 to September 27.

Source: Agência Brasil

Por: Alana Gandra – Repórter da Agência Brasil

BNDES seleciona 79 projetos inovadores para desenvolvimento este ano

Setenta e nove projetos inovadores de diferentes segmentos da economia foram escolhidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para que sejam executados, a partir de abril, dentro do Programa BNDES Garagem.

Desse total, 49 se encaixam no módulo criação, voltado para apoiar equipes de empreendedores com propostas de negócios inovadores, e 30 no módulo aceleração, destinado a “startups” (empresas emergentes que desenvolvem produtos ou serviços inovadores, com potencial de rápido de crescimento) já em operação.

Os nomes dos projetos foram anunciados pelo BNDES e podem ser acessados no endereço eletrônico.

A primeira edição do programa é promovida em parceria pelo banco com a Wayra, hub (lugar ou forma de conectividade) de inovação aberta pela Vivo no Brasil e Telefônica no mundo, e a Liga Ventures, primeira aceleradora focada em conectar “startups” e grandes corporações do Brasil, informou o banco.

A iniciativa do BNDES pretende dar musculatura a empreendedores e empresas, para que elas possam gerar novos negócios por meio de desenvolvimento de modelos focados na atração de potenciais investidores e clientes.

Temas de interesse

Nessa primeira fase do programa, foram inscritos mais de cinco mil projetos oriundos de todas as regiões brasileiras.

Os programas selecionados abrangem  temas de interesse apontados pelo BNDES, que são saúde e bem-estar, sustentabilidade social e ambiental, economia criativa, segurança, soluções financeiras (Fintechs), educação, IoT (Internet das Coisas) e Blockchain (tecnologia de registro distribuído), além de outros importantes setores da economia.

Critérios como oportunidade de negócio, características e tamanho do mercado, consistência e potencial de escala do modelo de negócio foram determinantes para a seleção dos projetos.

Segundo o BNDES, os projetos escolhidos serão acompanhados por profissionais e contarão com estrutura física, apoio tecnológico, administrativo, jurídico, contábil e de comunicação.

“A extraordinária resposta à chamada feita pelo BNDES Garagem evidencia a extensão e o dinamismo do ecossistema de inovação, especialmente digital, no Brasil”, informou o banco.

Acrescentou que “o acesso a novas ideias e a formas inovadoras de trabalhar são importantes ingredientes para o aumento da produtividade das empresas brasileiras e a expansão dos tipos de produtos e serviços que elas podem oferecer”. O BNDES quer construir possibilidades de parcerias, para permitir ao setor privado investir em startups e no desenvolvimento de soluções para suas respectivas necessidades.

O programa BNDES Garagem Aceleração terá duração de seis meses, estendendo-se de 8 de abril a 27 de setembro deste ano, enquanto o BNDES Garagem Criação vai de 8 de maio a 27 de setembro.

Fonte: Agência Brasil