Photo: Pxhere

Use fewer resources and improve the way we handle the materials we already have. In this way, the government wants to use 50% less primary raw materials by 2030. The ultimate goal is to achieve a fully circular economy by 2050.

On the proposal of State Secretary of Infrastructure and Water Management, Van Veldhoven, the Council of Ministers has approved the Circular Economy Implementation Program. The program was announced in the government’s response to the circular economy transition agenda approved last June.

Smart use of resources

Van Veldhoven: “Smart and efficient use of our raw materials saves CO2 emissions and thus helps to achieve the climate goals from the Government Agreement. In addition, circular designing and building create big business opportunities for Dutch companies. In this way, betting on a circular economy is good for the climate and good for the wallet.”

Circular Economy Implementation Program

The Implementation Program is full of promising projects, promising activities and good examples. Five sectors receive extra attention: biomass and food, plastics, manufacturing, construction and consumer goods. These areas are important for the Dutch economy and have a high environmental impact. A few examples of projects:

  • Bio-asphalt from wood: the natural glue that gives trees their firmness is released when making cardboard and paper. It can be used in the future when making asphalt.
  • Better reuse and design of mattresses: project that focuses on recycling discarded mattresses (95% in 2025) and more sustainable design of new mattresses – 75% of the new mattresses in 2025 can easily be taken apart to reuse the materials.
  • Plastic Pact: cooperation between the government and the business community to make less plastic waste and to better reuse and recycle other waste.
  • The Netherlands Enterprise Agency has developed a resource scan so that companies can learn where and how they can reduce their risks of scarcity.
  • The Central Government Real Estate Agency and Rijkswaterstaat are major clients and managers of real estate and infrastructure. The goal is for both organizations to work in a circular fashion by 2030. The first circular viaduct was recently opened.

Economy without waste

The Netherlands is working hard to be an economy without waste in 2050: a circular economy. The Implementation Program looks five years ahead and will be updated every year. The Netherlands Environmental Assessment Agency will release a report detailing the progress achieved every two years.

Source: Rijksoverheid

Governo holandês: “Usar menos matéria-prima em 2030”

Usar menos recursos e melhorar a maneira como lida com os materiais que já possui. Dessa forma, o governo holandês quer usar 50% menos matérias-primas primárias até 2030. O objetivo final é alcançar uma economia totalmente circular até 2050.

Sob proposta do Secretário de Estado da Infra-estrutura e Gestão das Águas, Van Veldhoven, o Conselho de Ministros aprovou o Programa de Implementação da Economia Circular. O programa foi anunciado na resposta do governo à agenda de transição da economia circular aprovada em junho passado.

Uso inteligente de recursos

Van Veldhoven: “O uso inteligente e eficiente de nossas matérias-primas economiza emissões de CO2 e, portanto, ajuda a atingir as metas climáticas do Acordo do Governo. Além disso, o design circular e a construção criam grandes oportunidades de negócios para empresas holandesas. Dessa forma, apostar em uma economia circular é bom para o clima e bom para a carteira.”

Programa de Implementação da Economia Circular

O Programa de Implementação é repleto de projetos promissores, atividades promissoras e bons exemplos. Cinco setores recebem atenção extra: biomassa e alimentos, plásticos, manufatura, construção e bens de consumo. Essas áreas são importantes para a economia holandesa e têm um alto impacto ambiental. Alguns exemplos de projetos:

  • Bio-asfalto de madeira: a cola natural que dá às árvores sua firmeza é liberada ao fazer papelão e papel. Pode ser usado no futuro ao fazer o asfalto.
  • Melhor reutilização e design de colchões: projeto voltado à reciclagem de colchões descartados (95% em 2025) e design mais sustentável de novos colchões – 75% dos novos colchões em 2025 podem ser facilmente desmontados para reutilização dos materiais.
  • Pacto de Plástico: cooperação entre o governo e a comunidade empresarial para produzir menos resíduos plásticos e reutilizar e reciclar melhor outros resíduos.
  • A Agência Empresarial da Holanda desenvolveu um escaneamento de recursos para que as empresas possam saber onde e como podem reduzir seus riscos de escassez.
  • A Agência Imobiliária do Governo Central e a Rijkswaterstaat são grandes clientes e gestores de imóveis e infra-estrutura. O objetivo é que ambas as organizações trabalhem de forma circular até 2030. O primeiro viaduto circular foi inaugurado recentemente.

Economia sem desperdício

A Holanda está trabalhando duro para ser uma economia sem desperdício em 2050: uma economia circular. O Programa de Implementação contém um plano quinquenal, e será atualizado a cada ano. A Agência de Avaliação Ambiental da Holanda divulgará um relatório detalhando o progresso alcançado a cada dois anos.

Fonte: Rijksoverheid