Photo: NFIA

Further expansion Eemshaven, new data center being built in Hollands Kroon (Agriport)

Google is growing its data center presence in the Netherlands with an expansion of its Eemshaven site and a new data center in Agriport, representing a total investment of €1 billion. This brings Google’s total data centre investment in the Netherlands to €2.5 billion. The construction phase of the new data centers will provide work for more than 1,000 people on average per day, per site. The expansion in Eemshaven comes on top of the expansion that was already announced in 2018, bringing total employment for the Eemshaven site to 350 people in 2020. The Agriport site will employ approximately 125 people once operational.

Netherlands attractive for expansion

In the search for suitable space to further expand the European data center network, Google has once again opted for the Netherlands. Meeting the demands for services such as Search and YouTube, the announcement is the first time Google has invested in Europe in two separate sites in the same country. 

Eric Wiebes, Minister of Economic Affairs and Climate welcomes the investment decision, “This cabinet has the ambition to become the digital leader in Europe. That is why we are making efforts to ensure that investments in high-quality innovative IT projects are made in the Netherlands. This investment means a boost for employment in the region. I am also happy that Google is purchasing 100% renewable energy for these data centers.”

Local community

Joe Kava (Vice President of Google Global Data Centers): ‘The Netherlands is a digital frontrunner. In addition, the Netherlands has a first-class digital infrastructure, ample sustainable energy sources and qualified staff available. Equally important is the support of the local community. We are grateful for the support we receive both in Het Hogeland and in Hollands Kroon. All these factors together make it attractive for us to further expand our presence in the Netherlands.‘

Mayor Rian van Dam of Hollands Kroon: ‘I am proud to be the mayor of a municipality that gives room to developments. With great pleasure we welcome Google in Hollands Kroon’.

Employment

In March 2018, Google’s Eemshaven data centre announced a new €500 million expansion bringing the total investment in that site to €1.5 billion. With news of the further investment in the Agriport facility and the expansion of its data centre in Eemshaven, Google remains committed to the Netherlands. The construction phase of the new data centers will provide work for more than 1,000 people on average per day, per site. Both buildings are expected to be operational in 2020 with Eemshaven employing 350 people in total, and Agriport approximately 125.

100% renewable energy

Google is committed to matching the energy use of the datacenter with 100% renewable energy. Since 2017 Google matches our energy consumption at all our facilities with a 1:1 renewable energy purchase. This means that Google has enough electricity from wind turbines and solar panels to cover energy consumption. In the Netherlands, Google has a total of four PPAs (power purchase agreements) generating roughly 130 MW of power.

Source: NFIA

Google investe €1 bilhão em data centers na Holanda

Além da expansão em Eemshaven, um novo centro de dados sendo construído em Hollands Kroon (Agriport)

O Google está aumentando sua presença em data center na Holanda, com a expansão de sua operação em Eemshaven e um novo data center em Agriport, representando um investimento total de € 1 bilhão. Isso eleva o investimento total do Google em data centers na Holanda para € 2,5 bilhões. A fase de construção dos novos data centers fornecerá trabalho para mais de 1.000 pessoas em média por dia, por local. A expansão em Eemshaven se junta à expansão que já foi anunciada em 2018, trazendo o emprego total para a operação em Eemshaven para 350 pessoas em 2020. Em Agriport, a empresa empregará aproximadamente 125 pessoas, uma vez operacional.

Holanda atraente para expansão

Na busca por um espaço adequado para expandir ainda mais a rede de data center europeia, o Google mais uma vez optou pela Holanda. Atendendo às demandas por serviços como a Pesquisa e o YouTube, o anúncio representa a primeira vez que o Google investe na Europa com duas operações separadas no mesmo país.

Eric Wiebes, Ministro dos Assuntos Económicos e do Clima, vê com bons olhos a decisão de investimento: “Esta gestão tem a ambição de que nos tornemos o líder digital na Europa. É por isso que estamos nos esforçando para garantir que os investimentos em projetos de TI inovadores e de alta qualidade sejam feitos nos Países Baixos. Este investimento significa um impulso para o emprego na região. Também estou feliz que o Google esteja comprando 100% de energia renovável para esses data centers”.

Comunidade local

Joe Kava (vice-presidente do Google Global Data Centers): “A Holanda é um líder digital. Além disso, a Holanda possui uma infra-estrutura digital de primeira classe, amplas fontes de energia sustentáveis e pessoal qualificado disponível. Igualmente importante é o apoio da comunidade local. Somos gratos pelo apoio que recebemos tanto em Het Hogeland quanto em Hollands Kroon. Todos esses fatores juntos nos tornam atraentes para expandir ainda mais nossa presença na Holanda”.

Prefeito Rian van Dam, de Hollands Kroon: “Tenho orgulho de ser o prefeito de um município que dá margem ao desenvolvimento. Com grande prazer, recebemos o Google em Hollands Kroon’.

Emprego

Em março de 2018, o data center de Eemshaven do Google anunciou uma nova expansão de € 500 milhões, elevando o investimento total nesse local para € 1,5 bilhão. Com a notícia do investimento adicional na instalação da Agriport e a expansão de seu data center em Eemshaven, o Google continua comprometido com a Holanda. A fase de construção dos novos data centers fornecerá trabalho para mais de 1.000 pessoas em média por dia, por local. Ambos os edifícios deverão estar operacionais em 2020, com a Eemshaven empregando 350 pessoas no total, e Agriport aproximadamente 125.

100% de energia renovável

O Google está comprometido em utilizar 100% de energias renováveis em seus datacenters. Desde 2017, o Google corresponde ao nosso consumo de energia em todas as nossas instalações com uma compra de energia renovável de 1: 1. Isso significa que o Google tem eletricidade suficiente a partir de turbinas eólicas e painéis solares para cobrir o consumo de energia. Na Holanda, o Google tem um total de quatro PPAs (contratos de compra de energia) gerando aproximadamente 130 MW de energia.

Fonte: NFIA