Photo: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil

Foz do Iguaçu event promotes areas such as internet of things

A new line of credit from the Brazilian Financier of Studies and Projects (Finep), focused on business innovation, will inject R$ 200 million into the market to promote areas such as internet of things, big data, cloud computing, digital security, advanced robotics, digital and additive manufacturing, artificial intelligence and digitization. Finep Inovacred 4.0 will serve small to medium and large companies with annual revenues of up to R$ 300 million.

According to Finep’s Director of Innovation, Alberto Dantas, the new credit line will support the formulation and implementation of strategic digitization business plans that embrace the use of Industry 4.0 technologies in their production lines – a toolkit for associated industrial automation. the digitization of information and direct communication between systems, machines, products and people. These technologies will enable the adoption of the internet of things, a new technological revolution that will connect everyday items to the world wide web.

“There are three main bottlenecks for the implementation of Industry 4.0 in the country today: the lack of knowledge of entrepreneurs, the high cost of implementation and technical factors such as lack of skilled labor,” explained Dantas, at the Association’s Innovation Conference. National Research and Development Company (Anpei), held in Foz do Iguaçu, Paraná.

According to Dantas, the funding is a gain of at least 20% in the productivity of the beneficiary companies. Dantas stressed that the challenges in innovation are growing in the country. Among the technology examples that can be adopted, he cited the possibility of tracking a bottle of alcohol by the supplier. The technology will allow us to identify when the bottle has been opened, how much liquid is left in the container and where the drink is most consumed. This way, the company will be able to make a more accurate survey about the consumption index of the product.

Brazilian Chamber of Industry 4.0

The credit line was prepared by Finep in partnership with the National Confederation of Industry (CNI) and the Ministries of Economy and Science, Technology, Innovations and Communications.

According to the federal government, it is the first initiative of the Brazilian Chamber of Industry 4.0, formed by more than 30 representative entities of the government, companies and academia. Among the activities of the collegiate, is also the feasibility of building the 5G structure in Brazil.

Source: Agência Brasil

Finep lança linha de crédito para inovação de indústrias

Evento em Foz do Iguaçu incentiva áreas como internet das coisas

Uma nova linha de crédito da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), voltada para a inovação empresarial, vai injetar R$ 200 milhões no mercado para incentivar áreas como internet das coisas, big data, computação em nuvem, segurança digital, robótica avançada, manufatura digital e aditiva, inteligência artificial e digitalização. O Finep Inovacred 4.0 atenderá empresas de pequeno a médio e grande portes, com faturamento anual de até R$ 300 milhões.

Segundo o diretor de Inovação da Finep, Alberto Dantas, a nova linha de crédito vai apoiar a formulação e implementação de planos empresariais estratégicos de digitalização que abarquem que usem nas suas linhas de produção  tecnologias da Indústria 4.0 – conjunto de ferramentas voltadas para automação industrial associada à digitalização de informações e comunicação direta entre sistemas, máquinas, produtos e pessoas. Essas tecnologias é que permitirão a adoção da internet das coisas, nova revolução tecnológica que conectará itens usados no dia a dia à rede mundial de computadores.

“São três os principais gargalos para a implantação da Indústria 4.0 no país hoje: a falta de conhecimento dos empresários, o elevado custo de implementação e fatores técnicos, como ausência de mão de obra especializada”, explicou Dantas, na Conferência de Inovação da Associação Nacional de Pesquisa e Desenvolvimento das Empresas Inovadoras (Anpei), realizada em Foz do Iguaçu, no Paraná.

De acordo com Dantas, o financiamento é de um ganho de, no mínimo, 20% na produtividade das empresas beneficiárias. Dantas destacou que os desafios em inovação são crescentes no país. Entre os exemplos de tecnologia que podem ser adotados, ele citou a possibilidade de rastrear uma garrafa de bebida alcoólica pelo fornecedor. A tecnologia permitirá identificar quando a garrafa foi aberta, quanto ainda tem de líquido no recipiente e em que localidade há maior consumo da bebida. Dessa forma, a empresa poderá fazer um levantamento mais apurado sobre o índice de consumo do produto.

Câmara Brasileira da Indústria 4.0

A linha de crédito foi elaborada pela Finep em parceria com a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e os ministérios da Economia e da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

De acordo com governo federal, é a primeira iniciativa da Câmara Brasileira da Indústria 4.0, formada por mais de 30 entidades representativas do governo, empresas e academia. Entre as atividades do colegiado, também está a viabilização da construção da estrutura de 5G no Brasil.

Fonte: Agência Brasil