Photo: Pxhere

In 2018, Dutch enterprises, institutions and the higher education sector spent around 16.7 billion euros on Research & Development (R&D), using own and hired personnel. This is the highest expenditure ever recorded. The province of Noord-Brabant ranks highest in private R&D expenditure. This is evident from new provisional R&D figures and a recently released publication on ICT, knowledge and the economy by Statistics Netherlands (CBS).

In 2018, expenditure by enterprises, institutions and higher education on R&D activities using own and hired personnel increased by around 4 percent. Private sector expenditure rose by 576 million euros relative to the previous year and came to 11.2 billion euros. Institutions spent 56 million more, reaching a total of 968 million euros. Expenditure in the higher education sector rose by 44 million to nearly 4.6 billion euros.

The R&D statistic has undergone a revision. As a result, the R&D indicators over the period 2013-2018 have changed compared to previous publications.

R&D intensity stable in the Netherlands

By presenting R&D expenditure as a percentage of gross domestic product (GDP), it is possible to define R&D intensity. In 2018, R&D intensity stood at 2.16 percent, down by 0.02 percentage point relative to 2017 but 0.01 percentage point up on previous years.

With an R&D intensity of 2.16 percent in 2018, the Netherlands is slightly above the European average of 2.11 percent. Countries such as Sweden, Austria and Belgium spend similar amounts but have a lower R&D intensity because of their lower GDP levels. Their smaller populations mean that the per capita expenditure is higher as well. The United Kingdom and Italy have higher R&D spending, but the R&D intensity in these countries is lower than in the Netherlands. France spends more as well, but its R&D intensity is similar to that in the Netherlands.

Private R&D expenditure highest in Noord-Brabant

More than 30 percent of private R&D expenditure is attributable to companies in the province of Noord-Brabant. Together with companies in Noord-Holland, they account for nearly half of total private R&D spending in 2017. Zuid-Holland comes in third place. It is customary to offset private R&D expenditure against GDP in order to gain insight into the contribution of the private sector to R&D intensity. In 2017, this contribution amounted to 1.44 percent in the Netherlands.

The highest level of R&D activity can be found in the region of southeastern Noord-Brabant around Eindhoven. More than 2.4 billion euros was spent on R&D there with own and hired personnel. Noord-Holland is dominated by the Greater Amsterdam region. Around 70 percent of all private sector R&D activities in that province are undertaken there. The Greater Rijnmond region and the The Hague conurbation together, account for nearly half of R&D activities by enterprises in Zuid-Holland. In the provinces of Zeeland and Drenthe, R&D spending is the lowest when offset against gross regional product.

Source: Statistics Netherlands (CBS)

Holanda: gastos com pesquisa e desenvolvimento aumentam 4% em 2018

Em 2018, empresas, instituições e o setor de ensino superior holandeses gastaram cerca de 16,7 bilhões de euros em Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), utilizando pessoal próprio e contratado. Este é o maior gasto já registrado. A província de Noord-Brabant ocupa a maior posição em gastos privados em pesquisa e desenvolvimento. Essas informações foram obtidas a partir de novos números provisórios de P&D e de uma publicação recentemente lançada pela Statistics Netherlands (CBS).

Em 2018, os gastos de empresas, instituições e ensino superior em atividades de P&D utilizando pessoal próprio e contratado aumentaram cerca de 4%. As despesas do setor privado aumentaram 576 milhões de euros em relação ao ano anterior e atingiram 11,2 bilhões de euros. As instituições gastaram mais 56 milhões, atingindo um total de 968 milhões de euros. As despesas no setor de ensino superior aumentaram 44 milhões, para quase 4,6 bilhões de euros.

A estatística de P&D passou por uma revisão. Como resultado, os indicadores de P&D no período 2013-2018 foram alterados em comparação com as publicações anteriores.

Intensidade de P&D estável na Holanda

Ao apresentar as despesas de P&D como uma porcentagem do produto interno bruto (PIB), é possível definir a intensidade de P&D. Em 2018, a intensidade de P&D ficou em 2,16%, uma queda de 0,02 ponto percentual em relação a 2017, mas 0,01 ponto percentual em relação aos anos anteriores.

Com uma intensidade de pesquisa e desenvolvimento de 2,16% em 2018, a Holanda está um pouco acima da média europeia de 2,11%. Países como Suécia, Áustria e Bélgica gastam quantias semelhantes, mas apresentam menor intensidade de P&D devido aos seus menores níveis de PIB. Suas populações menores significam que o gasto per capita também é maior. O Reino Unido e a Itália têm maiores gastos com P&D, mas a intensidade de P&D nesses países é menor do que na Holanda. A França também gasta mais, mas sua intensidade de pesquisa e desenvolvimento é semelhante à da Holanda.

Gastos privados em P&D são mais altos em Noord-Brabant

Mais de 30% das despesas privadas em pesquisa e desenvolvimento são atribuíveis a empresas na província de Noord-Brabant. Juntamente com as empresas de Noord-Holland, elas representam quase metade do total de gastos privados em pesquisa e desenvolvimento em 2017. A Zuid-Holland fica em terceiro lugar. É costume compensar as despesas privadas de P&D em relação ao PIB, a fim de obter informações sobre a contribuição do setor privado para a intensidade de P&D. Em 2017, essa contribuição foi de 1,44% na Holanda.

O nível mais alto de atividade de P&D pode ser encontrado na região sudeste de Noord-Brabant, ao redor de Eindhoven. Mais de 2,4 bilhões de euros foram gastos em P&D lá com pessoal próprio e contratado. Noord-Holland é dominado pela região da Grande Amsterdã. Cerca de 70% de todas as atividades de P&D do setor privado nessa província são realizadas lá. A região da Grande Rijnmond e a aglomeração de Haia juntas, respondem por quase metade das atividades de P&D das empresas em Zuid-Holland. Nas províncias de Zeeland e Drenthe, os gastos com P&D são os mais baixos quando comparados ao produto regional bruto.

Fonte: Statistics Netherlands (CBS)