Albert Einstein Hospital, in São Paulo. / Photo: Wikimedia Commons

Is your company active in Healthcare and are you looking to expand to Brazil? With a population of 210 million people, the world’s 6th largest healthcare market in the world is developing quickly and needs creative solutions.

In a recently published market study, the Task Force Health Care shows that many of those challenges are common to both the Netherlands and Brazil, where our knowledge is certainly complementary. Download the report to learn more about the opportunities.

Brazil has a large amount of natural resources and a diverse economy. Brazil also has the largest economy in Latin America. It is therefore logical that many Dutch entrepreneurs are already active in the Brazilian market.

Health

Healthcare is a fundamental right in Brazil. That means that more than 207 million Brazilians are currently entitled to care. Since 1990, residents receive free health care through SUS (the public national health care system). The residents can also use (paid) private care. This means that Brazil has the largest healthcare market in South America.

The sector is growing. Economic prosperity has ensured that a larger middle class can now pay for private insurance. They also have more money for medicines. Another cause of growth is the aging of the Brazilian population. In 2030 18.7% of the population will be elderly. In addition, chronic (welfare) diseases are increasing among the population.

The sector must therefore necessarily invest in order to maintain productivity. The result is that there is more room for foreign investment. For example, since 2015 foreign companies are allowed to invest in Brazilian hospitals.

Life Sciences

The sale of medicines has increased considerably in recent years. The Brazilian government regulates medicines strongly. The regulation includes development, price and distribution. Thanks in part to the government, there is a robust market for local generic medicines.

The state of São Paulo is the heart of the life sciences and health sector. The state contains high-quality private and public hospitals. 38% of the LS&H companies are also present in this state.

Source: RVO

Oportunidades para empresas holandesas no setor de Saúde e Ciências da Vida: o mercado brasileiro

Sua empresa atua no setor de saúde e pretende expandir para o Brasil? Com uma população de 210 milhões de pessoas, o sexto maior mercado de assistência médica do mundo está se desenvolvendo rapidamente e precisa de soluções criativas.

Em um estudo de mercado publicado recentemente, a Task Force Health Care mostra que muitos desses desafios são comuns à Holanda e ao Brasil, onde nosso conhecimento é certamente complementar. Faça o download do relatório para saber mais sobre as oportunidades.

O Brasil possui uma grande quantidade de recursos naturais e uma economia diversificada. O Brasil também possui a maior economia da América Latina. Portanto, é lógico que muitos empresários holandeses já estejam ativos no mercado brasileiro.

Saúde

A saúde é um direito fundamental no Brasil. Isso significa que mais de 207 milhões de brasileiros atualmente têm direito a atendimento. Desde 1990, os moradores recebem assistência médica gratuita através do SUS (sistema público de saúde nacional). Os residentes também podem usar cuidados privados (pagos). Isso significa que o Brasil possui o maior mercado de assistência médica da América do Sul.

O setor está crescendo. A prosperidade econômica garantiu que uma classe média maior agora possa pagar pelo seguro privado. Eles também têm mais dinheiro para medicamentos. Outra causa de crescimento é o envelhecimento da população brasileira. Em 2030, 18,7% da população será idosa. Além disso, as doenças crônicas (bem-estar) estão aumentando entre a população.

O setor deve, portanto, necessariamente investir para manter a produtividade. O resultado é que há mais espaço para investimento estrangeiro. Por exemplo, desde 2015, empresas estrangeiras podem investir em hospitais brasileiros.

Ciências da Vida

A venda de medicamentos aumentou consideravelmente nos últimos anos. O governo brasileiro regula fortemente os medicamentos. O regulamento inclui desenvolvimento, preço e distribuição. Graças em parte ao governo, existe um mercado robusto para medicamentos genéricos locais.

O estado de São Paulo é o coração do setor de ciências da vida e saúde. O estado contém hospitais públicos e privados de alta qualidade. 38% das empresas de Saúde e Ciências da Vida também estão presentes nesse estado.

Fonte: RVO