Photo: Cisco

Cisco Study Provides New Insights into Countries’ Readiness to Create a Digital Economy

The Netherlands ranks sixth in the Global Digital Readiness Index with a score of 18.66/25 (global average 11.90). Together with Luxembourg, Denmark and Switzerland, the Netherlands is in the European top four.

The Netherlands is Europe’s Most Wired Country and invests in Innovation and Technology

The Netherlands has the highest broadband penetration per capita in the world — 99% of all households — and is home to the Amsterdam Internet Exchange (AMS-IX). This drives the Netherlands high ranking in the area of Technology Infrastructure; the infrastructure available to enable digital activities and connected consumers.

Next to Technology Infrastructure, the Netherlands scores high on Business & Government Investments which includes private and public investment in innovation and technology. Research & Development activities are actively promoted through a favorable corporate tax system and specific R&D incentives that support innovation throughout the entire R&D lifecycle.

Cisco created a framework to define country’s digital readiness

The research gives insights in what it means for a country to be digitally ready. It shows how technology affects economies function and prepare for the future. It may be intuitive that technology infrastructure and adoption are strong indicators of a country’s digital readiness. Hoewever, the research shows that technology alone is not the answer.

Developing skills, meeting people’s basic needs, a stimulating business environment and governmental investments all help realize a country’s digital future. Based on these aspects, countries differ greatly in the degree to which they are ready for a digital future. Cisco developed a framework to define, measure and discover key interventions that can help countries move up in their digital readiness journey. For this study, a model based on seven components and was applied to 141 countries.

Technology as catalyst for economic and social progress

“Technology has the potential to be the single greatest catalyst for economic and social progress,” said Tae Yoo, senior vice president of Corporate Affairs at Cisco. “In every corner of the world, digital technology is helping us become more connected to each other and the organizations upon which we rely. It opens markets, creates jobs, and better connects citizens and customers.”

For more detailed information about the Cisco Digital Readiness Index 2019, read the whitepaper on the website of Cisco.

Source: Cisco

Países Baixos ocupa o sexto lugar no Digital Readiness Index 2019

Estudo da Cisco fornece novas ideias sobre a prontidão dos países para criar uma economia digital

A Holanda ocupa o sexto lugar no Digital Readiness Index 2019, o Índice Global de Prontidão Digital, com uma pontuação de 18,66/25 (a média global é de 11,90). Juntamente com Luxemburgo, Dinamarca e Suíça, a Holanda está entre os quatro primeiros europeus.

A Holanda é o país mais conectado da Europa e investe em inovação e tecnologia

A Holanda tem a maior penetração de banda larga per capita do mundo – 99% de todos os lares – e é o lar do Amsterdam Internet Exchange (AMS-IX). Isso impulsiona o alto nível da Holanda na área de infraestrutura tecnológica, a infraestrutura disponível para permitir atividades digitais e consumidores conectados.

Ao lado de Infraestrutura tecnológica, a Holanda obtém alta pontuação em investimentos governamentais e de negócios, que incluem investimentos públicos e privados em inovação e tecnologia. As atividades de Pesquisa e Desenvolvimento são ativamente promovidas por meio de um sistema tributário corporativo favorável e incentivos específicos de P&D que apóiam a inovação em todo o ciclo de vida de P&D.

A Cisco criou uma estrutura para definir a prontidão digital do país

A pesquisa fornece informações sobre o que significa para um país estar preparado digitalmente. Mostra como a tecnologia afeta as economias, funciona e se prepara para o futuro. Pode ser intuitivo pensar que a infraestrutura e a adoção da tecnologia sejam fortes indicadores da prontidão digital de um país. No entanto, a pesquisa mostra que a tecnologia sozinha não é a resposta.

O desenvolvimento de habilidades, o atendimento às necessidades básicas das pessoas, um ambiente de negócios estimulante e investimentos governamentais ajudam a realizar o futuro digital de um país. Com base nesses aspectos, os países diferem bastante no grau em que estão prontos para um futuro digital. A Cisco desenvolveu uma estrutura para definir, medir e descobrir as principais intervenções que podem ajudar os países a avançar em sua jornada de prontidão digital. Para este estudo, um modelo baseado em sete componentes foi aplicado em 141 países.

A tecnologia como catalisadora do progresso econômico e social

“A tecnologia tem o potencial de ser o maior catalisador do progresso econômico e social”, disse Tae Yoo, vice-presidente sênior de assuntos corporativos da Cisco. “Em todos os cantos do mundo, a tecnologia digital está nos ajudando a ficar mais conectados uns aos outros e às organizações nas quais confiamos. Abre mercados, cria empregos e conecta melhor cidadãos e clientes”.

Para obter informações mais detalhadas sobre o Cisco Digital Readiness Index 2019, leia o whitepaper no site da Cisco.

Fonte: Cisco