Statistics Netherlands (CBS) reports that the consumer price index (CPI) was 1.6 percent higher in February than in the same month last year. In January, prices of consumer goods and services were up by 1.8 percent year-on-year.

The consumer price index (CPI) is an important indicator for inflation, but not the only one. It is an index for price changes in a basket of consumer goods and services, such as groceries, clothing, petrol, rent and insurance premiums. Inflation is a broader term which covers more than consumer goods and services; for example, prices of owner-occupied houses, manufactured products, shares and gold are also subject to change.

Less sharp increase in motor fuel prices

The price development of motor fuels had a downward effect on the consumer price increase. In February, motor fuel prices were 4.8 percent up, while in January they were 9.6 percent up year-on-year.

Price developments of clothing also had a downward effect on consumer prices. In February, prices were 0.1 percent lower than in the same month last year, while in January they were 1.3 percent higher year-on-year.

Consumer price rise in the Netherlands higher than in eurozone

Aside from the consumer price index (CPI), CBS also calculates the European harmonised index of consumer prices (HICP).

In February, HICP-based prices of goods and services in the Netherlands were 1.3 percentup year-on-year, versus 1.7 percent in January. In the eurozone, the price increase went down from 1.4 percent in January to 1.2 percent in February. The difference between the price increase in the Netherlands and the eurozone is much smaller now, but the price rise in the Netherlands is still higher than in the eurozone.

The HICP is compiled according to the European harmonised method in order to facilitate comparison between the various EU member states. Price indices for the eurozone and the European Union as a whole are calculated on the basis of the HICPs of the individual member states. The European Central Bank (ECB) uses these figures to formulate its monetary policy.

Unlike the CPI, the HICP does not take into account the costs related to home ownership. In the Dutch CPI, these costs are calculated on the basis of developments in rental property prices.

Source: Statistics Netherlands

Holanda: Aumento nos preços ao consumidor desacelera

O Statistics Netherlands (CBS) relata que o índice de preços ao consumidor na Holanda (IPC) foi 1,6% maior em fevereiro do que no mesmo mês do ano passado. Em janeiro, os preços de bens e serviços de consumo subiram 1,8% em relação ao ano anterior.

O índice de preços ao consumidor (IPC) é um indicador importante da inflação, mas não é o único. É um índice para alterações de preços em uma cesta de bens e serviços de consumo, como mantimentos, roupas, gasolina, aluguel e prêmios de seguros. Inflação é um termo mais amplo que abrange mais do que bens e serviços de consumo; por exemplo, os preços das casas ocupadas pelos proprietários, produtos manufaturados, ações e ouro também estão sujeitos a alterações.

Aumento menos acentuado dos preços dos combustíveis para automóveis

O desenvolvimento de preços de combustíveis para motores teve um efeito descendente no aumento de preços ao consumidor. Em fevereiro, os preços dos combustíveis subiram 4,8%, enquanto em janeiro subiram 9,6% em relação ao ano anterior.

A evolução dos preços das roupas também teve um efeito descendente nos preços ao consumidor. Em fevereiro, os preços foram 0,1% mais baixos do que no mesmo mês do ano passado, enquanto em janeiro foram 1,3% mais altos em relação ao ano anterior.

Aumento dos preços ao consumidor na Holanda mais alto que na zona do euro

Além do índice de preços ao consumidor (IPC), a CBS também calcula o índice harmonizado europeu de preços ao consumidor (IHPC).

Em fevereiro, os preços de bens e serviços baseados no IHPC na Holanda foram de 1,3% a mais em relação ao ano anterior, contra 1,7% em janeiro. Na zona do euro, o aumento de preços caiu de 1,4% em janeiro para 1,2% em fevereiro. A diferença entre o aumento de preços na Holanda e na zona do euro é muito menor agora, mas o aumento de preços na Holanda ainda é maior do que na zona do euro.

O IHPC é compilado de acordo com o método harmonizado europeu, a fim de facilitar a comparação entre os vários estados membros da UE. Os índices de preços para a zona do euro e para a União Européia como um todo são calculados com base nos IHPCs de cada um dos estados membros. O Banco Central Europeu (BCE) usa esses números para formular sua política monetária.

Ao contrário do IPC, o IHPC não leva em consideração os custos relacionados à propriedade da casa. No CPI holandês, esses custos são calculados com base na evolução dos preços dos imóveis para aluguel.

Fonte: Statistics Netherlands