Photo: Pexels

In 2019, foreign tourists and business travellers spent over 17 billion euros on goods and services during their stay in or visit to the Netherlands. One-third of this amount was business-related. Vice versa, Dutch holidaymakers, day trippers and business travellers spent around 20 billion euros on goods and services abroad, of which 87 percent were private travel expenses. This is reported by Statistics Netherlands (CBS) on the basis of new international trade figures.

The coronavirus outbreak is affecting large parts of the Dutch economy, including the travel and tourism industry. It goes without saying that the effects of measures taken by several countries against the coronavirus are not yet noticeable in the figures over 2019.

International travel important for Dutch service trade

In 2019, travel was among the five most important types of services of the entire sector. It accounted for more than 7 percent of Dutch service exports (17 billion euros) and 9 percent of Dutch service imports (20 billion euros).

In addition to travel, the other service types most important for Dutch exports include business services, intellectual property (royalties), transport services, and telecommunication and computer services. These five service types combined account for as much as 89.0 percent of total service exports. The same service types dominate Dutch imports, representing a collective share of 88.9 percent.

Value of Dutch service trade increasing

Not only travel increased in value, but also the service trade sector as a whole. The value of total Dutch service exports amounted to 234.2 billion euros in 2019, versus 217.9 billion euros in service imports. Exports grew more rapidly than imports. Dutch service exports grew by approximately 9 percent while service imports were up by nearly 4 percent year-on-year. Both service exports and imports reached their highest level on record in 2019.

Source: Statistics Netherlands

Holanda: Viajantes estrangeiros gastaram 17 bilhões de euros em 2019

Em 2019, turistas estrangeiros e viajantes de negócios gastaram mais de 17 bilhões de euros em bens e serviços durante sua estadia ou visita à Holanda. Um terço desse valor estava relacionado a negócios. Vice-versa, turistas holandeses, excursionistas e viajantes de negócios gastaram cerca de 20 bilhões de euros em bens e serviços no exterior, dos quais 87% foram gastos com viagens particulares. Isso é relatado pela Statistics Netherlands (CBS) com base em novos números do comércio internacional.

O surto de coronavírus está afetando grande parte da economia holandesa, incluindo a indústria de viagens e turismo. Os efeitos das medidas tomadas por vários países contra o coronavírus ainda não são perceptíveis nos números de 2019.

Viagens internacionais importantes para o comércio holandês de serviços

Em 2019, as viagens estavam entre os cinco tipos mais importantes de serviços de todo o setor. Representou mais de 7% das exportações de serviços holandeses (17 bilhões de euros) e 9% das importações de serviços holandeses (20 bilhões de euros).

Além das viagens, os outros tipos de serviços mais importantes para as exportações holandesas incluem serviços de negócios, propriedade intelectual (royalties), serviços de transporte e serviços de telecomunicações e computadores. Esses cinco tipos de serviços combinados respondem por 89,0% do total de exportações de serviços. Os mesmos tipos de serviço dominam as importações holandesas, representando uma participação coletiva de 88,9%.

Valor crescente do comércio de serviços holandês

Não apenas as viagens aumentaram em valor, mas também o setor de comércio de serviços como um todo. O valor das exportações totais de serviços holandeses totalizou 234,2 bilhões de euros em 2019, contra 217,9 bilhões de euros em importações de serviços. As exportações cresceram mais rapidamente que as importações. As exportações holandesas de serviços cresceram aproximadamente 9%, enquanto as importações de serviços aumentaram quase 4% ano a ano. As exportações e importações de serviços atingiram seu nível mais alto já registrado em 2019.

Fonte: Statistics Netherlands