Photo: Piqsels

The Innovation Director of the National Industry Confederation (CNI), Gianna Sagazio, said last week that the way for Brazil to be a more competitive country is through the digitalization of companies of all sizes. She participated in a live promoted by Mobil on Innovation and Industry 4.0 in times of covid-19 pandemic.

“We need to have a long-term strategy and create mechanisms to support companies to innovate. All companies of all sizes can use digitization technologies. It is important that they put innovation as part of their development strategies”, highlighted Gianna Sagazio.

“We know that not all will be able to make large investments, but that they do their best. Whoever does not digitize, will not survive”, she added.

Check out the full chat on Mobil’s YouTube channel (in Portuguese).

During the live, the director of Innovation at CNI mentioned that the moment of crisis caused by the coronavirus demonstrated that it is increasingly urgent to invest in innovation. “The pandemic has shown the importance of investing in science, technology and innovation (CT&I) in a sustainable way. This crisis shows the urgency and priority that should be given to the topic in Brazil”, she emphasized.

Gianna Sagazio listed important actions by Sistema Indústria in order to mitigate the effects of covid-19. She noted that the National Service for Industrial Learning (SENAI) has collaborated decisively in the work of recovering respirators and in supporting the industry for the production of protective equipment against coronavirus.

The director of CNI recalled that Brazil ranks only 66th in the Global Innovation Index, a ranking that gathers 129 countries. For Gianna Sagazio, the Brazilian position is completely incompatible with the fact that the country is the ninth largest economy in the world.

Source: CNI

Brasil: Digitalização é urgente para empresas de todos os portes, diz diretora de Inovação da CNI

A diretora de Inovação da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Gianna Sagazio, afirmou nesta terça-feira (28) que o caminho para o Brasil ser um país mais competitivo é a digitalização das empresas de todos os portes. Ela participou de uma live promovida pela Mobil sobre Inovação e Indústria 4.0 em tempos de pandemia da covid-19.

“Precisamos ter estratégia de longo prazo e criar mecanismos para dar suporte às empresas para inovarem. Todas as empresas de todos os portes podem utilizar as tecnologias da digitalização. É importante que coloquem a inovação como parte de suas estratégias de desenvolvimento”, destacou Gianna Sagazio.

“Sabemos que nem todas conseguirão fazer grandes investimentos, mas que façam o possível. Quem não se digitalizar, não sobreviverá”, acrescentou.

Confira o bate-papo completo no canal da Mobil no YouTube.

Durante a live, a diretora de Inovação da CNI mencionou que o momento de crise ocasionada pelo coronavírus demonstrou que é cada vez mais urgente se investir em inovação. “A pandemia tem mostrado a importância de se investir em ciência, tecnologia e inovação (CT&I) de forma sustentada. Esta crise mostra a urgência e a prioridade que deve ser dada ao tema no Brasil”, enfatizou.

Gianna Sagazio listou ações importantes do Sistema Indústria no sentido de mitigar os efeitos da covid-19. Ela observou que o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) tem colaborado decisivamente no trabalho de recuperação de respiradores e no apoio à indústria para a produção de equipamentos de proteção contra o coronavírus.

A diretora da CNI lembrou que o Brasil ocupa apenas a 66ª posição no Índice Global de Inovação, ranking que reúne 129 países. Para Gianna Sagazio, a colocação brasileira é completamente incompatível com o fato de o país ser a nona maior economia do mundo.

Fonte: CNI