Within the scope of the Global Industry Program, the National Confederation of Industry (CNI), the Brazilian Micro and Small Business Support Service (Sebrae) will promote, through the Brazilian Network of International Business Centers (Rede CIN) of Mato Grosso do Sul, a series of free webinars focused on the internationalization of micro and small companies.

The online seminars will take place on the 3rd, 10th and 17th of June, with the objective of publicizing important topics in the area of ​​foreign trade in order to support entrepreneurs in the internationalization of their companies. The webinars are aimed at companies that already export and want to know more about topics that govern foreign trade and companies that do not yet export, but want to prepare for the foreign market.

Those interested can register through the link https://industriaglobal.com.br. The first will be this Wednesday (06/03) with the theme “Operational Procedures in Export”, while the second will be on June 10 with the theme “Price and Proposal Formation” and the third will be on June 17 with the theme “International Barriers”. The virtual meetings are part of the actions carried out by the Federation of Industries of Mato Grosso do Sul (FIEMS) to assist in the fight against the coronavirus.

For the coordinator of the International Business Center of Mato Grosso do Sul (CIN/MS), Nathália Alves, these courses are an opportunity for entrepreneurs to quickly learn about foreign trade practices that facilitate the export process. “The webinars are held with professionals who are references on the subject and who do what they do in foreign trade didactically and in practice,” she said, adding that in this moment of the coronavirus pandemic, the trend is for the market to become even more competitive.

“It is very important that companies that already export keep their customers and those that are going to start exporting, prepare for a more demanding market. In addition, the CIN exists to give all the support to companies to fulfill all the necessary steps for a safe export”, said the coordinator of CIN/MS.

Source: CNI

Brasil: Centro Internacional de Negócios promove série de webinares para micro e pequenas empresas

No âmbito do Programa Indústria Global, a Confederação Nacional da Indústria (CNI), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) vai promover, por meio da Rede Brasileira de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN) de Mato Grosso do Sul, uma série de webinares gratuitos voltados para a internacionalização das micro e pequenas empresas.

Os seminários onlines acontecerão nos dias 3, 10 e 17 de junho, com objetivo de divulgar temas importantes na área de comércio exterior visando apoiar os empresários na internacionalização das suas empresas. Os webinares são voltados para empresas que já exportam e querem conhecer mais sobre temas que regem o comércio exterior e empresas que ainda não exportam, mas desejam se preparar para o mercado exterior.

Os interessados podem se inscrever pelo link https://industriaglobal.com.br. O primeiro será nesta quarta-feira (03/06) com o tema “Procedimentos Operacionais na Exportação”, enquanto o segundo será no dia 10 de junho com o tema “Formação de Preço e Propostas” e o terceiro será no dia 17 de junho com o tema “Barreiras Internacionais”. Os encontros virtuais fazem parte das ações realizadas pela Federação das Indústrias de Mato Grosso do Sul (FIEMS) para auxiliar no enfrentamento ao coronavírus. 

Para a coordenadora do Centro Internacional de Negócios de Mato Grosso do Sul (CIN/MS), Nathália Alves, essas formações são uma oportunidade para que os empresários conheçam, de forma rápida, práticas do comércio exterior que facilitam o processo de exportação. “Os webinares são realizados com profissionais referência no tema e que trazem de forma didática e na prática o que ocorre no comércio exterior”, afirmou, completando que neste momento de pandemia do coronavírus a tendência é que que o mercado se torne ainda mais competitivo.

“É muito importante que empresas que já exportam mantenham seus clientes e as que ainda vão começar a exportar, se preparem para um mercado mais exigente. Além disso, o CIN existe para dar todo o apoio às empresas para que cumpram todas as etapas necessárias para uma exportação segura”, reforçou a coordenadora do CIN/MS.

Fonte: CNI